A importância do consumo de chás

7accee49a0a8b6cad3acfb1c98711ff7O uso do chá como bebida vem desde a época da dinastia chinesa de Tang. Os primeiros europeus a terem contato com os chás foram os portugueses, quando chegaram ao Japão por volta de 1560. Desde então, a Europa começou a importar as folhas e a bebida tornou-se popular entre as classes mais abastadas.


Contudo, as virtudes terapêuticas do chá já eram utilizadas desde a civilização egípcia, isto é, há 1500 anos a.C. É notório que, além da hidratação, o chá potencializa ações benéficas graças a determinadas propriedades, auxiliando ainda a desintoxicar o organismo.


Classificado como alimento funcional, o chá contém diversos ativos fundamentais para a ação terapêutica e deve ser consumido em até 24 horas após o preparo. Após esse período, começa a fermentar. É indicado também não consumir o mesmo tipo de chá por mais de um mês, já que o organismo começa a responder menos aos ativos.


É importante esclarecer que há em média três mil produtos nomeados como chá. Porém, só podem ser considerados autênticos aqueles que tenham em sua composição a planta Camellia sinensis, originária da China e da Índia.


Os conhecidos chás de erva cidreira, de erva-doce e de hortelã, por exemplo, são na realidade infusões. A partir do tipo de preparo das folhas da Camellia sinensis, é possível obter diferentes tipos de bebidas, entre elas, o chá verde.


Antioxidante, o chá verde é um importante aliado do coração e do rejuvenescimento. Auxilia no processo de emagrecimento graças a seu efeito diurético. Rico em vitamina K – nutriente essencial para a coagulação sanguínea – o chá verde revigora o sistema imunológico e é eficaz contra cansaço, por conter a cafeína em sua composição.

Posted in: