Samurai dos tempos modernos

samurai dos tempos modernosHá alguns anos atrás, o então primeiro ministro do Japão, Junichiro Koizumi, lançou a campanha que “abolia” o uso de terno e gravata no trabalho devido ao forte calor naquele país, para que assim houvesse uma economia de energia com a diminuição no uso de ar condicionado.

Imediatamente, um executivo, dono de uma grande empresa, declarou que iria contribuir com o país e diminuiria o uso do equipamento em seu escritório. Porém, acrescentou que continuaria a utilizar o traje que sempre vestiu desde o começo de sua vida profissional, pois terno e gravata – para ele – simbolizavam muitas conquistas. “Me sinto como um samurai, todos os dias vestindo sua armadura para a batalha do dia-a-dia”, declarou.

Esta história chama a atenção devido a sua atualidade em relação à vida moderna. Atualmente todos são grandes “samurais” que acordam cedo para cumprir com a obrigação, honrar o próprio nome e saber comandar e ser comandado. Passa o tempo e a história se repete nas situações cotidianas da vida.

Qual pessoa que não precisa ter disciplina, honra, coragem e, principalmente, paciência? Sempre foi assim e sempre será. Seja médico, engenheiro, jornalista, atendente ou dona de casa, todos são samurais. Não importa se é bem, mal ou até não remunerado, se estão sendo justos ou injustos no reconhecimento do seu trabalho. O que realmente importa é o poder das suas ações.

Você tem a mesma disciplina do começo de sua carreira? E a vontade de trabalhar e criar ainda existe? Quando se faz o melhor, o fazemos para nós mesmos, independente se o “Imperador” reconheça ou não a dedicação. Isto se chama honra.

Quanto à paciência, os samurais modernos a teriam para “meditar” sobre suas atitudes e novos projetos? O excesso de ansiedade presente na modernidade atrapalha a oportunidade de vivenciar o aqui e agora e dar qualidade ao momento.

Não encare o trabalho como um sacrifício e, sim, como o seu verdadeiro significado – do latim sacrum officium, que é literalmente Ofício Sagrado. Dedique-se totalmente em cada ato, até mesmo para servir um chá. Não trabalhe para ter férias, trabalhe para ter sabedoria e conhecimento. Por consequência virá o merecimento.

Lembre-se: samurai significa “aquele que serve”. E fica a dica: não é necessário entender de que forma iremos morrer, mas a forma que vamos viver.

Posted in: